De Repente, Pai - Michelle Reid [ Maratona de Banca de Março]


Título Original : Gold ring of betrayal
Tema: Herói ou vilão, eis a questão 
Casal : Nicolas e Sara
Sinopse : Uma traição separou Nic de Sara. Ele a mandou de volta para Londres e não acreditou quando ela disse que era inocente e muito menos que a pequena Lia era filha deles. Apesar da convicção, quando a menina foi seqüestrada três anos depois, ele veio ao socorro de Sara - era o único que poderia recuperá-la viva. O reencontro forçou uma série de confrontos que levaram no retorno da família quebrada para a Sicília. Sara tinha que enfrentar a desconfiança de Nic, as péssimas lembranças dos piores momentos do casamento e um sogro disposto a tudo para tirá-la do caminho... Como convencer o marido de que falava a verdade? Será que ela estaria disposta a perdoá-lo por tanto sofrimento se isso acontecesse?

Sobre o livro : Em Londres no sofisticado endereço próximo ao Hyde Park, Sara permanecia em estado de choque, a espera do homem que poderia da um fim ao seu tormento. Depois de quase três anos, ela voltaria a ver Nicolas Santino,o marido que a abandonara, um homem que ela desejara jamais voltar a ver. Depois de ser obrigada a ingerir alguns goles de bebida , Sara recobra suas forças e acusa Nic do seqüestro de Lia, sua filha de quase três anos. Sem levar em consideração as acusações da esposa, Nic pede, ou melhor exige saber o que aconteceu, Sara explica que Lia foi seqüestrada enquanto brincava no parque com a babá, e que os seqüestradores eram sicilianos, pois ela havia conversado com eles que haviam exigido a presença dele.


*O homem se aproximou, os movimentos sinuosos como os de um felino, e parou diante dela. - Sara? - chamou em tom baixo.*Pág 3

 *_ Vou dizer pela última vez. Portanto, ouça bem: não seqüestrei sua filha.
         __ Mas alguém... alguém o fez. __ ela balbuciou, os olhos marejados de lágrimas. __ Quem mais poderia odiá-la tanto, a ponto de fazer isso?* Pág 5.
* Realmente, a filha herdara muito da mãe. Cabelos dourados, olhos azuis, pele pálida e delicada... Não tinha nenhum traço que lembrasse o pai.* Pág 13 .

Apos perder a paciência com Sara, ao ser acusado novamente do seqüestro, Nic a deixa sozinha, mais antes ele a acusa novamente de traição; Ao se ver sozinha Sara começa a refletir, sobre o seqüestro da filha, e começa a imaginar se tudo não foi armado por Alfredo Santino, seu terrível sogro.
Ao saber que os seqüestradores entraram em contanto, Sara desmaia, mas acaba sendo amparada por Nic, ela acaba se recordado, de outro desmaio em outra época quando seu marido a abandonou. Quando percebe que sua esposa ainda acredita que seu pai e o mandante do seqüestro de Lia, Nic acaba revelado que Alfredo  agora vive preso em uma cadeira de rodas, devido as seqüelas deixadas, após um ataque cardíaco.
   
*__ Jamais tive um amante!
         __ Então o homem em cujos braços a encontrei foi apenas fruto de minha imaginação? __ ele ironizou. * Pág 13 e 14.

Sara se surpreende quando Nic afirma que ela deve amá-la muito, ao perceber que o marido observava uma foto de Lia encantado, ela abaixa a guarda e revida dizendo que ele também amaria se conhecesse a filha. Mas Nic rompe o momento de ternura ao se recusar a acreditar que Lia e sua filha, pelo simples fato de ter flagrado a esposa nos braços de outro, cansada de tentar se defender, Sara diz a Nic que  um dia o amou mais que sua própria vida mais que hoje tudo que importa para ela, e a filha.
Ao encontrar o marido distraído, em pé na janela observando os jardins da mansão , Sara mesmo sem querer, se recorda  do dia que o conheceu. Ela  na época era apenas uma jovem, tímida de vinte e um anos, que trabalhava como assistente de jardinagem que em um certo dia chuvoso cruzou sem querer o caminho de Nic. Tudo entre eles tinha acontecido muito rápido em menos de um mês, Nic já tinha transformado Sara em sua esposa. Ao se mudar para Sicília e conhecer o sogro, Alfredo Santino, Sara viu sua vida se transformar em um inferno, já que o pai de Nic havia deixado claro que não havia gostado da nora, mas jamais agia na frente do filho, pois havia percebido o sentimento profundo que ele nutria pela  esposa.

   *__ Pelo amor de Deus! __ ela suplicou. __ Você precisa me ouvir!
         __ Nunca! __ ele disse, rangendo os dente. __ Para mim, você não existe mais! * Pág 18 .

 * Essa era a prova de como Nicolas estava cego em relação ao pai. Alfredo não fora apenas maldoso; fora destrutivo.* Pág 27.

 
Nic que viajava constantemente, jamais percebeu a forma como a esposa era tratada, por Alfredo e os demais amigos, afirmava que ela apenas sentia ciúme da relação , que ele mantinha com o pai. Então Alfredo Santini deu seu golpe final, armou para que o filho pegasse Sara nos braços de Jason Castell, um inglês que havia se tornado amigo dela, durante a ausência do marido dizendo ser amigo de seu sogro, mas que jamais aparência quando Nic estava por perto. Depois disso ela voltou desolada para a Inglaterra e logo em seguida  descobriu que estava grávida, mas o marido jamais acreditou nela.
Sara percebe que ainda ama o marido, apesar de tudo que aconteceu, depois que eles passam á noite juntos, enquanto ele tentava em vão consolar a esposa, pelo sumiço da filha. Nic se arrepende do que aconteceu, deixado Sara magoada que afirma que dessa vez, ela ficar grávida, ele não poderá negar que o filho e dele.

*__ Não pode sair daqui, um lugar onde posso garantir sua segurança. O risco é grande demais. __ Meneou a cabeça levemente. __ Portanto, é aqui que você e a criança ficam.* Pág 41.
         *__ Tenho uma proposta a lhe fazer __ ele informou.
         __ E qual é essa proposta? __ ela indagou, o tom cauteloso.
         __ Quero que tentemos novamente. Estou falando de nosso casamento.* Pág 53

Quando seqüestro de Lia, enfim termina, Nic e Sara partem para Sicília, onde a menina se encontra depois que foi resgatada. Sara não gosta de saber que ela ,e a filha terão de morar com Nic, de agora em diante por questão de segurança,pelo simples fato de não desejar morar na mesma casa que Alfredo Santino, pois ela já tinha percebido seu interesse por Lia, e temia que ele fizesse algo para tirar sua filha.
Após passar dias fora, Nic retorna decidido a reatar o casamento com Sara, que aceita, mais impõe algumas condições, que o marido não pensa duas vezes antes de aceitar. Por um tempo tudo caminha bem, Nic inicia uma relação com a filha e Sara começa a reformar a casa para eles morarem. Mas tudo vem á baixo quando a pequena Lia e internada as pressas com suspeita de meningite, agora mais do que nunca, Sara precisará do apoio do marido. Poderá Alfredo Santino esquecer seu egoísmo e enfim revelar a verdade para o filho, antes que seja tarde de mais.

 
Meus comentários : Preciso começar dizendo, que o romance De Repente, Pai, não era a minha primeira opção , para a resenha de março, na verdade tinha pensado em resenhar algum romance de Diana Palmer, mas passando pelo blog Literatura de Mulherzinha, percebi que a Beta estava dando dicas sobre romances para serem resenhados na Maratona, então quando eu vi De Repente, Pai de Michelle Reid, não pensei duas, como eu estava querendo resenhar ele há algum tempo, acabei juntando o útil ao agradável.
Gostei muito da maneira como a autora descreveu a relação entre Nic e Sara. A forma como ela nos mostra o convívio do casal, e perfeito, já que podemos visualizar o choque do reencontro entre eles após três anos de separação, o jeito como cada um observa o outro numa maneira quase ansiosa, tentado perceber alguma diferença. Depois somos transportados através das lembranças de Sara, o primeiro encontro, o casamento tumultuado, a constante ausência dele a insegurança dela, e o duro golpe do abandono após a suposta traição. E enfim a minha parte favorita o pedido de reconciliação vindo da parte dele, acho adorável , acredito que Nic se mostra um verdadeiro mocinho nesse ponto, quando ele decide esquecer o passado e reatar o casamento com Sara. Apesar de achar, um fator favorável ele te indo ao encontro dela quando Lia e seqüestrada.
Enfim o romance e super recomendado!!!
Não deixem de comentar.





15 comentários :

  1. Está aí um hábito que eu perdi ao longo dos anos: ler livros de banca! Gostei da sua resenha e a história é interessante. Apesar de o tema parecer meio clichê!
    Um beijo,
    Nica
    http://nicasdrafts.blogspot.com/2012/03/bt-resenha-o-principe-gato.html

    ResponderExcluir
  2. Marla, depois de ler os seus comentários. Com certeza vou ler este livro. Amiga muitas vezes vc me aconselhou a escrever uma resenha na postagens dos livros. Agora estou deixando a timidez e postando minhas impressões sobre os livros. Confesso que estou adorandooooooooo. Obrigada,bjs

    ResponderExcluir
  3. Oi Marla!
    Nada como uma grande crise para aproximar as pessoas (ou afastá-las de vez), ainda bem que nos romances de banca os finais sempre são felizes! Beijos...Elis.

    ResponderExcluir
  4. Oi a muito tempo que não leio romances de banca, mais sempre lia quando eu era mais nova, eu amava!!! aqueles homens me faziam suspirar!!!

    beijoss
    http://dailyofbooks.blogspot.com/2012/03/novidades-modo-editora-o-voo-da-estirpe.html#links

    ResponderExcluir
  5. A história deve ser bem interessante!
    Gostei da resenha!
    Quero começar a ler romances de banca!
    Beijoos!

    ResponderExcluir
  6. Oi Marla!
    Adorei a resenha. Não conhecia o livro, mas pode ter certeza que sábado vou caçar ele no Sebo. A história parece ser boa, fiquei bem empolgada pq nunca li nenhuma parecida (eu AMO históricos e ultimamente só tenho lido eles). Obrigada pela dica ;)
    Bjoo ;*
    http://coisasdemeninasarteiras.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Nossa há quanto tempo não leio Sabrina...fez parte das minhas leituras na adolescência, hoje nem leio romances de banca.Beijos.

    http://leiturasdepaty.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. FAZ ANOS QUE NÃO LEIO LIVROS DE BANCA! OMG QUE VERGONHA...
    ESSE LIVRO EU LI QUANDO ESTAVA NA 7ºSERIE E AMEI AMEI! SUPER FOFO!
    RESENHA MARAVILHOSA...ADOREI SUPER POSITIVA!
    BEIJOKAS...
    http://fomesedeevontadedeler.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Não sou muito chegada a livros nesse estilo. Sofro demais e me dá agonia.... não gosto de grandes separações e tempo perdido por conta de mal entendidos (é a minha natureza apressada e inquieta se manifestando, kkkk). Mas confesso que fiquei curiosa em relação à redenção.... a reconciliação do casal. Parece ser uma cena memorável de se ler! Quem sabe um dia, né?!

    =)


    Suelen Mattos
    ______________
    ROMANTIC GIRL

    ResponderExcluir
  10. Gente, de todos os livros que li, posso contar nos dedos das mãos quantos foram de banca. E olha que tem romances maravilhosos! Principalmente Sabrina, pois sempre leio algumas resenhas da autora em outros blogs que visito.

    Ótima resenha e espero adquirir este hábito de ler romances de banca, acho que vale à pena!

    Adorei o blog e quero saber todas as novidades! Já estou seguindo. Espero que curta o meu!
    http://www.pronomeinterrogativo.com

    ResponderExcluir
  11. Suas resenhas só me deixam com mais vontade de voltar a ler meus romances de banca. *-* Perdi o costume. :/

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
  12. Oi Marla!
    Nossa, a história não tem nada a ver com o que imaginei quando vi a capa! Não imaginei que falava sobre traição e sequestro... Parece ser bem tumultuada a história. Ou seja, quero ler!

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  13. Este livro da Michelle Reid é maravilhoso!!!!! Já li e reli diversas vezes.
    A história é sofrida, mas muito linda e a capa é uma coisa fofa.
    Vale a pena ler.
    Cassia

    ResponderExcluir
  14. olá Marla!
    bem eu aprendia desgostar dos romances da MR porcausa das ultimas histórias que eu li! mas essa história tem cara deser muito boa meeesmo! mesmo assim eu já fico com raiva do mocinho por ser mais um cego por não querer ver a verdade!(e ainda é descrito pelas autoras como o um cara que não pode ser enganado... tá certo!) mas espero sinceramente que o NIc sofra pelo menos um popukinho depois que ele PERCEBA que está errado!
    ótima resenha!
    xeru
    k-rol

    ResponderExcluir
  15. Olá, gostei muito da sua resenha... escolarecedora e enternecedora!
    Bjkas
    Mila

    ResponderExcluir

Obrigado pela visita e pelo comentário:)