Herança da Paixão - Lynne Graham

Título Original : The Greek Tycoon's Blackmailed Mistress
Casal : Aristandros e Ella
Sinopse : Aristandros Xenakis é como um leopardo pronto para o bote. Moreno, elegante e poderoso, ele logo provará do doce sabor da vingança... Ella quer desesperadamente ver sua sobrinha crescer, mas a guarda da criança pertence a Aristandros... seu ex-noivo! Ela não tem escolha, a não ser se submeter a seus desejos... e se tornar sua amante! Ingênua e sem malícia, Ella hão é como as alpinistas sociais que já esquentaram a cama de Aristandros. Seria apenas questão de tempo até que ele se cansasse dela... ou não?...




Sobre o livro: Aristandros Xenakis ou simplesmente Ari, um bilionário grego, alvo de muito medo e inveja no mundo dos negócios e um conhecido mulherengo, estava em seu escritório sendo questionado pelo avô Drakon Xenakis, que não entendia o interesse do neto em criar a pequena Calliope, conhecida como Callie filha de Timon seu primo e amigo de infância, já que não tinha nenhum interesse em se casar. Mais Ari tinha outros planos, uma vingança que ele almejava há muito tempo, mais especificamente sete anos, agora ele tinha um trunfo para ter Ella de volta, a única mulher que ele havia pedido em casamento mais que recusará o pedido.

*Sete anos atrás, Aristandros havia oferecido um prêmio para a única mulher que quisera, a única mulher que ainda não podia esquecer. Jurara na ocasião que um dia se vingaria pelo que ela lhe fizera.*Pág 4
Ella Smithson, nem imaginava o que se passava na cabeça de Ari, enquanto esperava para se encontrar com seu advogado, para discutir as possibilidades de ter acesso a Callie. Mais as noticias não eram favoráveis ao seu caso, já que apesar de ser a mãe biológica de Callie, Ella não tinha direitos sobre a criança, já que tinha assinado um contrato quando doou os óvulos para a irmã engravidar e alem do mais, Timon havia deixado Ari Xenakis como tutor legal da menina. Apesar de estar se sentindo injustiçada, Ella decide ser sensata e opta por seguir o conselho de seu advogado, e sem parar para pensar, entra em contato com a Xenakis Shipping, para marcar uma reunião com Ari.
*— Luxúria não é um interesse! — Ella praticamente gritou. — Isso tudo é porque o rejeitei sete anos atrás, porque nunca dormi com você.
Intimidando-a com sua proximidade, Aristandros ficou imóvel, os olhos duros como granito.
  — Permiti que me rejeitasse porque estava preparado para esperar por você. Desta vez, não estou preparado para isso.*Págs 14 e 15.

Ari e Ella haviam se conhecido, quando ela fora passar o natal na Grécia com sua família, já que sua mãe Jane, havia se casado com Theo Sardelos seis anos após a morte do pai de Ella. Apesar de ser uma aluna dedicada e viver sempre acompanhada dos livros, Ella havia se apaixonado por Ari, um homem que pensava que o mundo girava ao seu redor. No horário marcado para a entrevista, Ella se encontra com Ari em seu escritório, onde ele e bem direto sugerido que ela se torne sua amante para que possa criar Callie. Ella fica chocada e tentada ao mesmo tempo, já que nunca imaginou que Ari ainda a desejasse depois de sete anos, mais para aceitar tão proposta ela teria que desistir de sua carreira de médica, motivo da separação deles anos atrás, já que Ari queria que Ella ficasse disponível para ele vinte quatro horas por dia.
*— Você falou em inglês comigo. Como sabia que eu era inglesa?
Com um brilho divertido nos olhos escuros, Aristandros lhe deu um sorriso que tirou o fôlego de Ella.
— Eu já tinha perguntado quem você era antes que Lethia desmaiasse.*Págs 20 e 21.

Sem opção e pensado apenas em Callie, Ella acaba aceitado a proposta de Ari, que a obriga a assinar um documento legal humilhante que a tornava uma escrava, ou melhor, uma boneca, para ser moldada e manipulada por Ari. Após passar sua primeira noite com Ari, Ella finalmente conhece Callie, sua copia fiel em forma de bebê, só então ela percebe que todo seu confuso relacionamento com Ari, valia a pena só para estar perto da linda garotinha e amá-la como filha e não como sobrinha. Ari e Ella têm sua primeira briga, quando ela o deixa sozinho na festa de um casal de amigos dele, depois de vê-lo flertado com outra mulher, na verdade Ella não queria ir a festa no apartamento de Thierry Ferrand, um banqueiro internacional frances, e um dos melhores amigos de Ari, pois Callie estava doente. Ella fica furiosa, quando ele admite que estava flertado com outra mulher apenas para deixá-la com ciúme, e ela havia caindo como patinho.  Após fazerem as pazes, Ella deitada nos braços do único homem que amou na vida, ela se recorda da ultima noite juntos, há sete anos atrás, quando Ari a pediu em casamento na festa de aniversário de seu avô, mais ao anunciar a boa noticia para os convidados sugeriu que Ella havia decidido deixar a carreira de medicina para casar com ele. Furiosa com a atitude de Ari, os dois acabaram discutindo violentamente, para logo em seguida ele retirar o pedido, deixado Ella em situação difícil com a família, já que Theo o padrasto dela vinha com bons olhos essa união. Voltado ao presente Ella se recusava a admitir para si mesma que ainda amava Ari.
*— Uma experiência? — repetiu Ella com total incredulidade.
— Uma experiência inofensiva. Somente uma mulher muito possessiva ficaria tão inflamada de me ver dançando com outra mulher.* Pág 54.
Numa recepção na casa de Ari na Grécia, Ella ouve sem querer uma discussão dele com seu avô Drakon, que não concordava com a atitude do neto em manter Ella, apenas como sua amante, destruindo assim sua reputação, como forma de vingança, e para piorar a família que ela não vinha há sete anos comparece e a trata com indiferença. Ari percebe o desconforto de Ella com a presença da família, então ela acaba por admitir que seu padrasto havia proibido a família de visitar Callie enquanto ela estivesse com Ari. Furioso com a atitude de Theo Sardelos, Ari corta relações profissionais com o padrasto de Ella, que fica preocupada com a mãe, essa preocupação se confirma, quando mais tarde naquele mesmo dia Ella recebe um telefonema da mãe, dizendo que havia sido agredida mais uma vez pelo marido.
Rapidamente Ari toma conta da situação, levando a Jane Sardelos a dar queixa contra o marido, fazendo Ella se lembrar porque havia se apaixonado por ele no passado. Conforme os dias se passavam e a rotina familiar era estabelecida entre Ari e Callie, Ella se sentia feliz e já não se arrependia por ter sido obrigada a assinar um contrato, pois já não tinha medo de admitir que amava Ari, muito mais do que havia amado há sete anos. Mais a felicidade de Ella dura pouco, ou assim pensa ela, ao encontrar uma mulher seminua na suite da mansão de Ari em Atenas, chocada com a cena, que acabará de presenciar Ella sai sem rumo pela cidade, tentando descobrir se tudo aquilo que havia vivido com Ari havia sido mentira.
Quem seria a tal mulher? Será que Ella havia agido precipitadamente novamente?
Meus comentários: Esse romance de Lynne Graham, tem o enredo de um típico plano de vingança falido, já que o propósito de Ari, o mocinho arrogante grego da vez era se vingar de Ella por telo rechaçado há sete anos atrás. Mais durante o desenrolar da trama, não vemos Ari em nenhum momento se vingando de Ella, vemos na verdade um homem completamente apaixonado e possessivo que não admitia dividir Ella com a carreira que ela havia escolhido. Vemos também Ella uma mocinha decidida sim, mais um pouco confusa com relação aos seus próprios sentimentos e desejos que temia ficar como a sua mãe uma mulher antes alegre e ativa que agora era uma mulher triste e submissa. Enfim o romance e interessante e eu classificaria como muito bom.
Boa leitura e não esqueçam de comentar!

 
 

  

10 comentários :

  1. Eu adoro esse tipo de romance hahahah
    Me deixa tão pra cima IAHiuhiAUHaiuh
    E também preciso de uns romances assim... estou lendo uns livrinhos bem pesados =/
    Adorei a resenha =]

    Beijos,
    #Resenha falada.

    ResponderExcluir
  2. Oi flor boa sorte no sorteio que esta rolando em meu blog

    http://daniele-costa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi Marla!
    O livro parece ser bem legal! Gosto de histórias de plano de vingança...

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  4. Quando eu for comprar um romance de banca, eu com certeza vou vir no seu blog para anotar vários, porque suas resenhas são ótimas e completas.

    Beijos. Tudo Tem Refrão

    ResponderExcluir
  5. Oi Marla!
    Não entendi muito o propósito do livro... ele é sobre vingança mas o personagem não se vinga?
    Eu gosto de livros com essa intriga amorosa, sabe? Possessividade... essa não é uma característica que você encontre facilmente em um livro. (:
    Gostei.

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
  6. Engraçado, quando comecei a ler sua resenha achei que não iria gostar deste livro, mais quando li seus comentários mudei de ideia! :)
    Gosto de passar por aqui e ler suas resenhas, pois nunca li nenhum romance de banca e passando aqui fico morrendo de vontade!*
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Que maravilha um bilionário grego tudo de bom *-*
    Gosto de história românticas de banca assim. Vou hoje mesmo procurar e comprar ;)
    Beijinhos
    Renata
    http://escutaessa.blogspot.com.br
    http://www.facebook.com/BlogEscutaEssa
    @blogescutaessa

    ResponderExcluir
  8. Oi Marla!
    Esse enredo parece bem complexo, e pelo visto esse Ari aprontou pra caramba com essa obsessão por Ella!

    Beijos... Elis Culceag.

    ResponderExcluir
  9. Bem legal a resenha!
    O livro deve ser o máximo!
    Um beijo

    ResponderExcluir
  10. Adoro romances com gregos, eles são tão sexy e mandões *.*
    Esse me particular eu ainda não li, mas muito me interessou, sua resenha tão minuciosa me fez ficar com vontade de lê-lo .
    Beijinhos
    Viviane
    Razão e Resenhas

    ResponderExcluir

Obrigado pela visita e pelo comentário:)