A Substituta - Margaret Moore [Maratona de Banca de Junho]


Título Original:The Overlord's Bride
Tema: Histórico - Periodo Medieval
Casal: Raymond D'Estienne  e Elizabeth Perronet
Sinopse: Fora um assassinato hediondo... 
A primeira esposa de lorde Kirkheathe morrera e havia rumores que o comprometiam. Mas ele queria herdeiros, e apenas por isso aceitara casar-se com Elizabeth Perronet. Aquele homem severo realmente não era um selvagem, mas por que teria a reputação de ser tão indomável e rude?
Traição, teu nome é mulher! Pelo menos era assim que pensava Raymond D'Estienne, graças à decepção que tivera no primeiro casamento. Como poderia, então, lidar com a admirável Elizabeth, que acabara de sair do convento e que estava determinada a mudar-lhe a vida de uma maneira que ele jamais ousara sonhar?


Sobre o livro: Elizabeth Perronet, era uma jovem que aos oito anos perdeu os pais devido a uma febre e aos treze anos foi enviada para morar no convento do Santíssimo Sacramento, onde sua vida tinha sido um inferno de privações, até que seu tio o lorde Perronet, lhe deu a oportunidade de construir uma família ao lhe sugerir que tomasse o lugar de sua prima Genevieve, a quem o tio havia prometido em casamento ao temido lorde Kirkheathe, visando uma aliança. Mas Genevieve havia comprometido a sua honra ao se envolver com um nobre galês-normando com quem havia casado. Elizabeth nem precisou pensar duas vezes na proposta do tio, já que qualquer coisa era melhor do que a escravidão que vivia no convento.
Raymond D’Estienne o lorde Kirkheathe de Donhallow, era uma homem calado e um pouco severo mais muito respeitado por seus criados e andava sempre na companhia de um cão chamado Cadmus. O lorde não tinha nenhum interesse na aparência de sua noiva, apenas visava lucrar com o dote que iria receber com o casamento e com a aliança que teria com lorde Perronet e seus amigos que o manteria resguardado contra o seu inimigo.

* Elizabeth sabia que ele não deveria estar gostando do que via. Se estivesse, ela não teria sido enviada para aquela morte em vida em meio às freiras, treze anos antes.*Pág 1.

Apesar de não estar interessado na aparência da futura esposa, Raymond fica surpreso ao constatar a grande beleza de Elizabeth e ele começa a sentir sentimentos que há muito jurara jamais voltar a sentir. Elizabeth fica ao mesmo tempo fascinada e intimidada pelo tom áspero e rouco da voz dele.
Raymond não gosta de descobrir que as noivas foram trocadas, mais após uma conversa particular com Elizabeth ele acaba aceitando se casar com ela. Enquanto espera a noiva se preparar para a cerimônia Raymond se recorda de seu primeiro casamento há quase vinte anos atrás. Alicia havia sido uma jovem bela, vaidosa e caprichosa por quem ele havia se encantado, muito diferente de Elizabeth que apesar de bela, possuía também inteligência, determinação e orgulho, qualidades, que haviam lhe impressionado, apesar disso ele não estava disposto a confiar nela, muito menos amá-la, já que tinha amado sua primeira esposa até o dia que ela tentará matá-lo enforcado enquanto dormia, destruindo sua voz para sempre.

* Uma sensação já muito esquecida atingiu Raymond enquanto a observava.  Algo forte, um desejo diferente, intenso, estranho… O sangue pareceu circular mais depressa*.Pág 9.


O pior inimigo de Raymond era o seu vizinho Fane Montross, o irmão de Alicia, um homem que um dia havia sido seu amigo. Quando Elizabeth conhece Fane, ela logo percebe que ele sente inveja de seu marido e cobiça tudo que ele possui. Fane tenta colocar Elizabeth contra Raymond ao contar que ele e o assassino de sua irmã, mais sua tática não funciona já que ela já sabia sobre a morte de Alicia e não acreditava na culpa de seu marido, o que deixa Raymond surpreso e aliviado.
Apesar da resistência inicial de Raymond, Elizabeth começa a conquistá-lo, ela lhe conta sobre sua vida de privações no convento e pede autorização a ele para escrever ao bispo responsável pelo convento do Santíssimo Sacramento, para lhe contar sobre os maus tratados que as internas são obrigadas a passar na mão da Reverenda Madre.
Raymond e Elizabeth nem desconfiam, mais há um espião entre eles que mantêm Fane informado sobre tudo que acontece em Donhallow.

*— Entendo, senhor — disse ela, muito doce. — A vergonha de ter uma irmã capaz de cometer um assassinato deve ser muito grande.
Raymond sentiu como se o teto desabasse enquanto Montross a observava, completamente surpreso, a boca entreaberta, os olhos arregalados.*Pág 47.

Com o passar das semanas, Raymond se torna um homem mais feliz, graças à companhia de Elizabeth, mas ele só se ver livre do muro que havia construído em seu coração, quando finalmente admite quanto sofreu pela traição de Alicia a Elizabeth. Tudo ocorre quando Raymond fica com ciúmes ao presenciar a esposa conversando com um jovem mensageiro, enviado pelo Conde de Chesney para participar do Conselho de Nobres, pela primeira vez. Após uma breve discussão o casal acaba se acertado, confiantes no amor que cada um sente pelo outro.
A felicidade do casal fica completa, quando Elizabeth revela ao marido que estar grávida. Mas a sombra de Fane continua a afetar a paz de Raymond, poderá ele proteger sua família dos planos cruéis de seu inimigo para finalmente ser feliz ?

* Todos os outros sentimentos desapareceram do coração de Raymond para dar lugar a um novo, uma alegria sem igual, como jamais sentira. Elizabeth estava carregando seu filho! * Pág 96.

Meus comentários: A autora Margaret Moore possui uma maneira cativante ao escrever, através das paginas conhecemos não apenas os pensamentos do casal principal mais também dos personagens que fazem parte do seu convívio, gosto principalmente da maneira como ele descreve o vilão sempre belo por fora, mais feio por dentro, quando muitas vezes os mocinhos não são feios, mais possui algum trauma como Raymond, que praticamente perdeu a voz e passou a ser uma pessoa desconfiada.
Nesse romance conhecemos Elizabeth uma jovem que apesar de todos os maus tratos que sofreu no convento, onde fora criada, jamais perdeu o bom coração, Raymond o lorde Kirkheathe que parece ser frio e distante, o vilão Fane que é capaz de tudo para concluir sua vingança, traições e um terrível segredo.
O romance possui um enredo super interessante que vai lhe prender do inicio ao fim, super recomendo para aqueles que gostam um romance histórico e para aqueles que estão interessados em conhecer.

Boa leitura e não esqueçam de comentar!!!

Ps: Esse livro faz parte da série Warrior, que possui quartoze livros, sendo que o livro “A Substituta” e o número doze.



 
 

9 comentários :

  1. Caramba, que história linda, adoroooo!!
    Ando precisando comprar uns romances de banca urgente, já li e reli os meus.
    Adorei sua resenha, ela me incentivou a ir procurar esse título *.*
    Parabéns Marla \o

    Beijão

    Ah, tem postagem nova lá no RR, qd der passa lá leia e comente. *.*

    http://vivianeblood.blogspot.com.br/2012/06/entrevista-chico-anes-o-sonho-de-eva.html

    ResponderExcluir
  2. Oi Marla!
    Eu ainda não li nada da Margaret Moore, mas comprei um histórico dela recentemente na banca (só falta ler).
    Pelo que você contou é ótimo!
    Nossa, 14 livros nessa série?! Quanta coisa!

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  3. Hey
    Ainda não li nenhum romance dessa autora.
    Preciso ler uns históricos, pois li um e me passou mau impressão.

    Nossa 14 livros? Ainda bem que mudam os mocinhos e da para compreender

    beijos
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  4. Gostei da forma como a autora conseguiu construir o personagem principal, bem legal isso.
    E nossa, 14 livros? Ai.

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
  5. maravilhoso lindo lindo foi um dos primeiros romances q eu li amei

    ResponderExcluir
  6. A história deste livro é envolvente. A mocinha consegue conquistar o coração do Highlander, que tem cicatrizes no corpo e na alma. Amei!!!
    Recomendo a leitura !!!!

    ResponderExcluir
  7. Oi Marla!
    Adorei essa história, estou anotando aqui para ler com certeza. Já ouvi falarem muito bem dessa autora e sua resenha ficou ótima.
    Beijos... Elis Culceag. www.arquivopassional.com

    ResponderExcluir
  8. Nossa, minha maratona ta toda atrasada, vamos ver se nas ferias eu consigo att. Gosto de romances historicos e pela resenha acho que gostarei desse, e percebi que apesar de ser uma serie longa, não atrapalho não ler os outros. Gostei!

    Bjus, @dnisin
    http://diamanteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oiee
    Nossa, sua descrição foi tão envolvente que, terminando de ler fui rapidinho pesquisar o livro pra baixar e ler... Só que não fiquei apenas neste... não resisti e baixei a série warrior inteirinha! Os 14 livros!

    ResponderExcluir

Obrigado pela visita e pelo comentário:)