Resenha: A Culpa é das Estrelas - John Green

Título Original: The Fault in Our Stars
Livro no Skoob || Classificação: 5
Sinopse: A culpa é das estrelas narra o romance de dois adolescentes que se conhecem (e se apaixonam) em um Grupo de Apoio para Crianças com Câncer: Hazel, uma jovem de dezesseis anos que sobrevive graças a uma droga revolucionária que detém a metástase em seus pulmões, e Augustus Waters, de dezessete, ex-jogador de basquete que perdeu a perna para o osteosarcoma. Como Hazel, Gus é inteligente, tem ótimo senso de humor e gosta de brincar com os clichês do mundo do câncer - a principal arma dos dois para enfrentar a doença que lentamente drena a vida das pessoas. Inspirador, corajoso, irreverente e brutal, A culpa é das estrelas é a obra mais ambiciosa e emocionante de John Green, sobre a alegria e a tragédia que é viver e amar.

Sobre o livro: Aos treze anos a adolescente Hazel Grace Lancaster descobriu que tinha câncer, agora aos dezesseis anos ela sobrevive graças a uma droga experimental e a um cilindro de oxigênio que a acompanha em todos os lugares. Como era filha única, Hazel era a razão de viver de seus pais, por isso seu maior medo não era simplesmente morrer, já que isso era uma fato na vida dela, mas sim não saber como deixá-los. Por insistência da mãe, que deseja que ela tenha uma vida quase normal, com amigos de sua idade, Hazel freqüenta um grupo de apoio uma vez por semana. E lá que ela conhece Augustus Waters, um jovem de dezessete anos, carismático e charmoso, que havia tido câncer um ano atrás e por esse motivo usava uma perna mecânica. Hazel e Augustus ou simplesmente Gus se tornam amigos, graças ao intermédio de Isaac, o amigo mais próximo de Hazel no grupo de apoio.

Queria mais números do que provavelmente vou ter, e, por Deus, queria mais números para o Augustus Waters do que os que ele teve. Mas, Gus, meu amor, você não imagina o tamanho da minha gratidão pelo nosso pequeno infinito. Eu não o trocaria por nada nesse mundo. Você me deu uma eternidade dentro dos nossos dias numerados, e sou muito grata por isso.

Com o convívio, Hazel acaba compartilhando com Gus sua admiração pelo autor Peter Van Houten, autor do livro Uma Aflição Imperial, do qual ela é fã. O problema era que o livro, não havia tido um final e o Peter Van Houten, não havia escrito uma continuação para UAI e nem nenhum outro livro. Frustrada e curiosa para saber o que havia acontecido com os personagens, Hazel havia escrito para o autor, que havia se mudado para Amsterdã e se tornado recluso, mas jamais havia recebido uma resposta. Quando Gus é mordido pelo bichinho da curiosidade depois de ler UAI, ele e Hazel iniciam uma jornada por respostas. No meio do caminho, Hazel que inicialmente não queria se envolver romanticamente com Gus, pois temia fazê-lo sofrer com sua morte, acaba envolvida pelo charme, carisma e pelo jeito dele de fazê-la sentir especial, pois Hazel, acaba percebendo que não importa o tempo que dure, o importante era viver o agora e no final ter tido o privilégio (a oportunidade) de amar e ter sido amada por alguém.

O que mais? Ela é tão linda! Não me canso de olhar para ela. Não me preocupo se ela é mais inteligente que eu: sei que é. É engraçada sem nunca ser má. Eu a amo. Sou muito sortudo por amá-la, Van Houten. Não dá para escolher se você vai ou não vai se ferir neste mundo, meu velho, mas é possível escolher quem vai feri-lo. Eu aceito as minhas escolhas. Espero que a Hazel aceite as dela.
Eu aceito, Augustus.
Eu aceito.

Depois de ler inúmeras resenhas positivas sobre ACEDE, eu tinha que lê-lo e tirar minhas conclusões. Por mais que eu tivesse curiosidade e como disse acima, depois de ler tantas resenhas, eu não tinha esperado um enredo tão bem escrito como esse, e nem aquele final realmente surpreendente. Apesar do tema delicado, John Green, nos envolve com sua trama,e a cada página ficamos na expectativa para saber o que ira acontecer a seguir com Hazel e com todos que fazem parte da sua vida. Tanto Hazel como Gus, são personagens carismáticos e simplesmente fofos quando estão juntos, mas não poderia deixar de mencionar os adoráveis pais de Hazel, principalmente a mãe, por sua força e amor incondicional e Isaac, o melhor amigo de todos. Termino dizendo, simplesmente leiam ACEDE, acredito que vocês não iram se arrepender.


19 comentários :

  1. Apesar dos elogios, só não leio pois sei que vou chorar MUITOOOO, pois perdia alguém querido com câncer.
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Este livro lindooo está morando na minha estante há um bom tempo e eu tenho muita vergonha de admitir que ainda não consegui pegar pra ler...Assim como você, tenho certeza que vou adorar.

    Beijo, Van - Blog do Balaio
    balaiodelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Um dos meus livros favoritos, simplesmente amo!!
    Adorei a resenha, você escreve muito bem.

    Beijos minha linda.
    @clicandolivros
    Clicando Livros

    ResponderExcluir
  4. Oi Marla!
    Realmente, ACEDE é lindo! *-*
    Chorei rios ao concluir a leitura e foi uma leitura extremamente tocante. Acredito que seja o único livro inesquecível do autor. Os outros não me interessaram tanto.
    Fico feliz que o livro tenha suprido suas expectativas e acima de tudo, que você amou a leitura.
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
  5. ACEDE é lindo demais! Apesar que eu esperava algo mais...
    Marla, respondi lá no blog mas, respondo por aqui tbm...Vc comentou em todos os post sim, mais esqueceu de preencher o formulário.
    Beijos
    Brubs

    ResponderExcluir
  6. Oi Marla! Foi por causa de tantas resenhas positivas que nunca li este livro, fiquei com receio de ser uma grande decepção, mas agoram que estou lendo tudo que encontro do autor, vou dar uma chance.

    Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  7. Oi flor,

    Li ACEDE e adorei também, eu assim como você não esperava uma história tão bem escrita, me surpreendi mesmo.
    Adorei sua resenha.
    Beijos

    Mari - Stories And Advice

    ResponderExcluir
  8. Oi Marla!
    Comprei o livro esses dias, vou tentar enfiá-lo na minha lista de leituras desse mês.

    Ótima resenha!

    bjs
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  9. Oi Marla quando comecei a ler ACEDE também estava cheia de expectativas. O livro não foi uma decepção total, mas também não foi tudo aquilo que eu imaginei.
    Achei a Hazel uma chata e egoísta e esse foi um dos pontos que me fez desgostar do livro.
    Fora isso e alguns pequenos detalhes foi uma leitura bastante agradável.

    Beijos
    Caline - Mundo de Papel

    ResponderExcluir
  10. Eu estou lendo esse livro! Estou na página 100 e já chorei muito. Sou muito boba, rsrs
    Amei sua resenha...
    Beijos
    http://refugiodarealidade.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oi Marla :)
    Li A culpa é das estrelas a pouco tempo e achei lindo. Não morri de amores pelo livro, não me debulhei em lágrimas, mas gostei bastante da história. Mas de verdade, eu esperava um pouco mais dele pela quantidade de elogios que li.
    Beijos
    http://www.coisasdemeninasarteiras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Marla querida, dessa vez li sua resenha aos pedacinhos...rsrs
    Ganhei esse livro ontem, estou no inicio da leitura e não quero saber muito mais do que a blogosfera e a internet em gral está comentando sobre ele, não quero me decepcionar, quero muito gostar e amar esse livro como todo mundo *.*
    Mas li que você gostou e vou confiar em sua opinião, temos o mesmo gosto literário e sempre curto os livros que você recomenda. Obrigada pela dica e até mais.
    Beijão
    Vivi
    Razão e Resenhas

    ResponderExcluir
  13. Hum...Marla, mas uma resenha para me deixar mega curiosa sobre o livro. Ainda não li, mas quero muito. Como você também vi inúmeros resenhas positivas e a sua não foi diferente. Curiosaaa dmais!
    Beijos!
    Paloma Viricio-Jornalismo na Alma.

    ResponderExcluir
  14. Oi Marla!
    Apesar das muitas resenhas positivas, não tenho vontade de ler esse livro, pois já fico achando que irei chorar o livro inteiro :(

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  15. Eu fiquei um pouco saturada com esse livro e o falatório dele assim que foi lançado. A minha vontade de lê-lo foi passando e agora só acho que lerei assim que o filme estiver para ser lançado.

    Bjs, @dnisin
    www.seja-cult.com

    ResponderExcluir
  16. Ótima resenha!
    Até hoje não tive a oportunidade de ler o livro, mas agora com o filme se aproximando vou ver se consigo ler.
    Beijos!
    Monomaníacas por Livros

    ResponderExcluir

Obrigado pela visita e pelo comentário:)