Resenha: Simplesmente Irresistível – Rachel Gibson

Título Original: Simply Irresistible
Livro no Soob || Classificação: 4,5
Chinooks Hockey Team # 01 
Nº de páginas: 392 || Editora: Jardim dos Livros
Sinopse: Cheia de romantismo, humor e picardia, esta história da inigualável Rachel Gibson começa com o casamento, no Texas, da recém-formada Georgeanne com o milionário Virgil, um homem três vezes mais velho que ela. Os únicos talentos de Georgianne são cozinhar e falar muito, mas o que Virgil realmente aprecia nela é o corpo curvilíneo e perfeito. Percebendo que não é capaz de desposar um homem com idade para ser seu avô, Georgeanne larga o noivo no altar e foge com o astro do hóquei John Kowalsky, que joga no time do qual Virgil é proprietário. John não faz ideia da encrenca em que se meteu, e só percebe que está ajudando a noiva do seu chefe quando já é tarde demais. Uma longa noite se estende diante deles, e nenhum dos dois resiste à tentação de passá-la juntos. Mas, no dia seguinte, John dispensa Georgeanne para não comprometer sua carreira, deixando-a com o coração partido e sem rumo. Sete anos depois, os dois se encontram novamente. Georgeanne é sócia numa empresa de catering em Seattle e ele deixou os dias de rebeldia para trás. outra surpresa aguarda John: ele descobre que aquela noite de amor produziu uma filha adorável e incorrigível, de cuja vida ele quer fazer parte. A paixão por Georgeanne renasce; mas será que ele vai se arriscar, novamente, a incorrer na cólera do seu patrão? Ela, vai aceitá-lo, depois de ter levado um fora dele? Diversão garantida também é o romance de Mae e Hugh, amigos dos protagonistas, nesta trama hilária, cheia de personagens impagáveis, de uma das autoras mais lidas e apreciadas da atualidade.

Sobre o livro: Georgeanne Howard ou simplesmente Georgie é uma jovem texana que após uma desilusão amorosa decide  se estabelecer em Seattle. Exatamente sete anos depois, Georgie vive uma ótima fase de sua vida, realizada profissionalmente, já que ela é sua amiga e sócia Mae Heron, possuem um catering (serviço de promover serviços alimentares em lugares remotos) de sucesso, além disso, ainda existe, Lexie, a sua espevitada filha de seis anos, que chegou para preencher o vazio de seu coração. Porém a vida dessa jovem nem sempre foi assim, criada por uma avó amorosa, mas que nunca preencheu o vazio deixado pelo pai que jamais conheceu e pela mãe que a abandonou, Georgie, tinha também problemas na escola, por causa da dislexia. Por causa dessa dificuldade, Georgie tomou algumas decisões equivocadas, como aceitar se casar com um rico empresário, que tinha idade para ser seu avô, felizmente esse desastroso casamento jamais aconteceu, mas por um lado essa situação, foi o empurrão que faltava, para que ela tomasse as rédeas da sua vida.

—Mas Sissy não gosta de Virgil. Pensa que é um velho sujo.
John sentiu arrepiar os cabelos da nuca e teve um pressentimento muito, mas muito ruim.
—Mas Sissy não é a noiva?
Ela cravou os olhos grandes e verdes nele e sacudiu a cabeça.
—A noiva sou eu.
—Não tem graça, Georgeanne.
—Sei — gemeu—. Não posso acreditar que deixei Virgil plantado no altar!

Mas como a vida e cheia de surpresas , alguém que Georgie, evitou nos  últimos sete anos, reaparece em sua vida, virando-a de cabeça para baixo. Esse alguém e John Kowalsky, um astro do time de Hóquei de Virgil Duffy, o ex - noivo de Georgie. O casal se conheceu, quando em um momento de impulsividade, ela desistiu do casamento, minutos antes da cerimônia, e acabou fugindo de carona com John, que só iria descobrir a verdade, um pouco mais tarde. John e Georgie tiveram um rápido envolvimento, mas como ele estava em uma má fase, abusado inclusive do álcool, acabou se comportado como um canalha e abandonando-a logo em seguida. Após anos sem ver Georgie e curioso para saber qual rumo ela, havia tomando em sua vida, John, vai atrás dela depois de se encontrarem em um evento beneficente, organizado pela Catering Heron (empresa de Georgie e Mae). Ele fica surpreso, mas encantado ao conhecer Lexie, que ele descobre ser sua filha. Sem saída, já que deseja o melhor para Lexie, Georgie acaba permitido que John faça parte da sua vida e entre brigas e momentos de paixão, eles tentaram se acertar para enfim encontrarem o caminho para tão sonhada felicidade.

—Carinho, você sim que me trata como se fosse um martelo de demolição.
Subiu-lhe o pescoço de sua jaqueta até o queixo e pôs as mãos sobre seus ombros.
—E acredito que você gosta de mim mais do que quer admitir.
Mae o percorreu com o olhar e fechou os olhos. Isto não podia estar passando.
—Nem sequer me conhece.
—Sei que é formosa e que penso todo o tempo em você. Me sinto muito atraído por você, Mae.

Apesar de já ter lido algumas resenhas sobre os livros de Rachel Gibson, Simplesmente Irresistível, foi a minha primeira experiência com a autora e posso dizer que não me arrependi. Apesar de possuir alguns clichês, a autora construiu uma boa trama, que fluiu sem grandes problemas. Gostei bastante da autora ter, nos mostrado um pouco da infância de Georgie, já que devido a sua carência e a dislexia, ela acabou tomando decisões equivocadas na vida adulta. Podemos ver também a clara evolução da personagem, que nas primeiras páginas era uma garota carente, que acreditava depender sempre de alguém, para uma mulher madura, capaz, mas também desconfiada. John também foi um personagem que também evoluiu, mas de uma maneira diferente de Georgie, ele na verdade aprendeu com seus erros e se tornou uma pessoa mais centrada. Destaque também para o casal Mae e Hugh (amigo e companheiro de time de John) que protagonizam cenas hilárias e formam um casal estilo gato e rato. 
Simplesmente Irresistível: divertido, romântico e irresistível. Recomendo!!



18 comentários :

  1. Olá minha linda, tudo bem?
    Passando aqui para te agradecer pela sua visitinha em meu blog e dizer também que li sua resenha e gostei bastante de tudo que vc contou sobre o livro, embora eu nunca tinha lido nada sobre ele. Achei bem interessante.
    Mas do jeito que ando atolada de leitura, acho que vou deixar pra ler alguns livros mais pra frente e vou dar uma olhada em outras resenhas sobre ele, porque achei tudo que vc disse bem interessante e gostei do seu ponto de vista, embora eu não conheça o trabalho dessa autora. Enfim...Espero que tenha aproveitado sua leitura o bastante para gostar =]

    Se cuida minha querida e fica com Deus
    E olha, já estou seguindo o seu blog viu ? bjokas

    lovereadmybooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Acho que quando os autores usam clichês, é porque eles sabem que funciona, né? Acho que o que a gente mais vê por aí são livros assim, mas que são gostosinhos de ler, assim como parece ser esse livro da Rachel Gibson. *-*

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
  3. Oi Marla, tudo bem flor?
    Tenho muita vontade de ler esse livro. tenho outro livro da autora, loucamente sua, e adoro como ela desenvolve seus personagens e acredito que com este não deve ser diferente.
    Abraços,
    Amanda Almeida
    Você é o que lê

    ResponderExcluir
  4. Oi Marla :D
    Eu ainda não tive a oportunidade de ler este livro mas ele já está na minha lista #enorme de desejados. Gostei bastante da tua resenha e pude perceber que não vou me decepcionar com a leitura. :3

    beijinhos
    Books and Movies

    ResponderExcluir
  5. Olha, já ouvi falar muito dessa autora e tenho até alguns e-books, mas nunca li nada dela ainda. Parece ser interessante.... e não tem nada de errado com um clichê de vez em quando, hehe! Eu até gosto!!! ^_^

    =)

    Suelen Mattos
    ______________
    ROMANTIC GIRL

    ResponderExcluir
  6. Eu moooorro de vontade de ler algo da autora, nem tenho nada dela na estante infelizmente, preciso corrigir isto. Todo mundo fala bem deste em especial!!!

    Beijo, Van - Blog do Balaio
    balaiodelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Hum...tenho ouvido falar muito desse livro por ai na blogosfera. Nunca li nada da autora,mas quero muito! Deve ter uma escrita legal, quero ler!
    Beijos!
    Paloma Viricio-Jornalismo na Alma.

    ResponderExcluir
  8. OII,
    Eu ainda não conhecia esse livro, mas fiquei bem curioso, no entanto ele vai para a lista dos talvez.
    BJO Lucca.

    -Vitamina de Pimenta-

    vitaminadepimenta.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oi Marla só de ler a sua resenha já me empolguei. Esse livro faz parte das minhas últimas compras, estou só esperando ele chegar. Acho que ele será minha leitura assim que chegar.

    Beijos
    Caline
    mundo-de-papel1.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Marla, morro de saudades desse livro! É um dos meu favoritos e eu me apaixonei perdidamente por essa autora desde o primeiro livro dela que li (Loucamente Sua). Com certeza recomendo a leitura dos outros livros da Rachel pra você viu? Valem a pena :D
    Beijos
    http://nolimitedaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Nunca li nenhum livro dessa autora, e quanto mais eu vejo falando dos livros dela, mas me dá vontade de ler!!!! rsrss

    Beijos!!
    www.livrosqueinspiram.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Oie,
    eu acho gliches bem normais para esse tipo de liro e não me incomoda. Li outro livros da autora e gostei bastante, estou curiosa para ler este tb.

    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  13. Ooooi!

    Olha, vou ser sincera: não compartilho do amor e devoção que a maioria tem pela autora. Li dois livros dela e ambos foram uma decepção, então não planejo ler nada mais dela. Sua resenha está muito boa, e acredito sinceramente que o livro seja maravilhoso, porque li só elogios, mas não é pra mim :/

    Um beijo
    http://escolhasliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Tenho curiosidade em ler esse livro, o tenho em ebook, mais não curto ebook então provavelmente não irei ler...mas se caso eu ter a oportunidade de te-lo em formato fisico, com certeza lerei e é quase 100% que vou gostar, pq os clichês são gostosos de se ler :DD
    Beijokas, Brubs
    Livros de Cabeceira
    @IWannaRuffles

    ResponderExcluir
  15. Oi Marla! Foi meu primeiro livro dela também, mas amei, a história é mesmo clichê, mas não há como não torcer pelos personagens. Amei a garotinha, que roubou a cena e Georgie foi uma mulher que lutou para superar suas dificuldades, e merece respeito.

    Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  16. De todos os livros da Rachel que eu nunca li, mas tenho vontade de ler, esse é o que ta no topo. Achei a premissa bem bonitinha e a sua resenha ficou ótima.

    Bjs, @dnisin
    www.seja-cult.com

    ResponderExcluir
  17. Oie :D

    Nossa, eu gostei muito desse livro, ri pacas e adorei os protagonistas, a narrativa da Rachel é ótima !!!

    Eu também adorei o casal inusitado Mae e Hugh, mega fofos * *

    Beijus

    Renata Sara

    http://amordelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Oi Maral!
    Se tem romance e diversão é comigo mesmo, já adicionei o livro aos meus desejados no Skoob, ainda não li nada da autora mas tenho muita curiosidade, que bom que você curtiu essa 1ª experiência com ela.
    Beijos... Elis Culceag. * Arquivo Passional *

    ResponderExcluir

Obrigado pela visita e pelo comentário:)