Resenha: Corações Feridos – Louisa Reid

Título original: Black heart blue
SkoobClassificação: 4/5  • Meta literária 2017
256 páginasEditora: Novo Conceito

Hephzibah e Rebecca são irmãs gêmeas, mas muito diferentes. Enquanto Hephzi é linda e voluntariosa, Reb sofre da Síndrome de Treacher Collins — que deformou enormemente seu rosto — e é mais cuidadosa. Apesar de suas diferenças, as garotas são como quaisquer irmãs: implicam uma com a outra, mas se amam e se defendem. E também guardam um segredo terrível como só irmãos conseguem guardar. Um segredo que esconde o que acontece quando seu pai, um religioso fanático, tranca a porta de casa. No entanto, quando a ousada Hephzibah começa a vislumbrar a possibilidade de escapar da opressão em que vive, os segredos que rondam sua família cobram-lhe um preço alto: seu trágico fim. E só Rebecca, que esteve o tempo todo ao lado da irmã, sabe a verdadeira causa de sua morte... Hephzi sonhara escapar, mas falhara. Será que Rebecca poderia encontrar, finalmente, a liberdade?


A trama tem inicio no enterro de Hephzi e sua irmã Rebecca se sente mais sozinha do que nunca. A partir desse ponto, a trama volta no tempo, alguns meses, para conhecermos as gêmeas de dezesseis anos, Hephzibah e Rebecca, diferentes tanto na aparência quanto na personalidade.

Filhas do pastor Roderick Kinsman, um fanático religioso, as meninas nunca tiveram uma vida normal e eram privadas tanto de sua liberdade, quanto de itens básicos de sobrevivência, como produtos de higiene, remédios e até mesmo um simples banho de chuveiro.

Mas um vislumbre de esperança surge, quando ambas recebem permissão para frequentarem a escola, já que até então, eram educadas em casa pela mãe. Animada Hephzi, deseja fazer amigos, se divertir como uma adolescente normal e conseguir um namorado, já Rebecca, mais cautelosa deseja viver um dia de cada vez enquanto se aventura em todos os livros que conseguir ler na biblioteca.

Eu vivi à sombra dela por 16 anos e gostei do frio e da escuridão; era um lugar seguro para esconder-me.

No caminho de sua busca por liberdade, Hephzi, acaba encontrado sua morte, sozinha, Rebecca precisa trilhar seu próprio caminho, mas ela precisará ser corajosa, se quiser fugir da prisão que todos acreditam ser seu lar.

Na época em que o livro foi lançado, li muitos comentários positivos sobre o mesmo, mas apesar da curiosidade, acabei adiando a leitura, talvez pelo fato de não desejar sair da minha zona de conforto, já que livros com temas mais pesados, não são o meu forte, mas agora que enfim me aventurei na trama criada por Louisa Reid, me pergunto por que demorei tanto para lê-lo.

Corações Feridos possui uma trama tocante, mas extremamente triste sobre as gêmeas Hephzi e Rebecca. O livro e dividido em duas partes, sendo que na primeira parte a narração e intercalada por Hephzi e Rebecca, em capítulos alternados e intitulados de Antes (Hephzi, viva) e Depois (Rebecca sobrevivendo á morte da irmã).

Hephzi era bonita, popular, mas ao mesmo tempo ingênua e em alguns momentos egoísta. Já que em seu desespero para escapar da prisão em que vive, ela acaba entrando de cabeça num relacionamento secreto com Craig, colega da escola, sem imaginar suas consequências e esquecendo-se da irmã, que é tão prisioneira quanto ela.

O mundo era um mar de perigo e eu poderia facilmente me afogar.

Rebecca tem a síndrome de Treacher Collins, o que fez com que ela nascesse com a má formação do rosto, e com problema de audição, solitária e apaixonada por livros, ela guardava cicatrizes em seu coração, que sua irmã nem imaginava.

Enquanto lia eu me perguntava como pais podiam agir daquela maneira, eles deveriam ser o porto-seguro, o abrigo para onde corremos em busca de proteção, amor e aceitação, mas o que Hephzi e Rebecca recebiam, era exatamente o contrário. E o que falar da omissão dos outros personagens, como era possível que ninguém percebia como as gêmeas eram tratadas. Mas entre todos os personagens omissos, surge aqueles que são a esperança, a luz no final do túnel que tanto Hephzi e Rebecca necessitam.

A leitura fluiu sem problemas, graças aos capítulos curtos e a escrita envolvente da autora, e enquanto as páginas passavam eu torcia para que Rebecca pudesse enfim ser livre, por ela e pela irmã.

Finalizado, Corações Feridos tem uma trama triste, que fala como a opressão e a omissão podem ser capazes de destruir vidas, mas que você nunca deve perder a esperança e a coragem de lutar, para mudar seu destino. Recomendo!!


9 comentários :

  1. Já faz bastante tempo que li esse livro, e ele é ótimo!! Me emocionei em vários momentos
    Blog Entrelinhas

    ResponderExcluir
  2. Oie Marla =)

    Fico feliz em saber que você gostou bastante da leitura do livro. Como comentei antes, na época do lançamento achei a temática dele um pouco pesada, porém agora já vejo a trama com outros olhos.

    Se tiver oportunidade vou dar uma chance para ele sim ^^

    Beijos;***
    Ane Reis | Blog My Dear Library.

    ResponderExcluir
  3. Oi Marla!
    Uau, que livro emocionante! Acho que eu iria chorar durante a leitura, não imaginava que ele era assim...

    Beijos,
    Sora | Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  4. Oi Marla! Este livro traz uma história forte e triste, mas muito boa. Quero ler em breve o novo livro da autora que a NC lançou.

    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  5. Oi Marla, tudo bem? Eu não li nada da autora ainda, mas que bom que vc curtiu a narrativa da Louisa Reid. O livro tem temas fortes, quero conferir depois!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  6. Oioi bonita!

    Essa capa é um arraso! E a história parece ser muito linda, e emocionante. Espero ter a oportunidade de ler em breve!

    Beijão,
    www.cretinaliteraria.com

    ResponderExcluir
  7. Parabéns pela resenha Marla! Já li Corações Feridos e curti bastante. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  8. Oi
    eu já tive muita curiosidade de ler ele, mas até acabei esquecendo.
    Que bom que gostou de ler apesar da história ser triste, parece que elas sofreram muito, principalmente a Rebecca.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oi, Marla!
    Gente, esse livro tem cara daqueles de te fazer sofrer do começo ao fim. No momento, estou fugindo de livros assim, mas anotei a dica para ler no futuro.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Sorteio Dois Anos de Família Hallinson
    Sorteio Três Anos do blog A Colecionadora de Histórias

    ResponderExcluir

Obrigado pela visita e pelo comentário:)